Notícias

Movimentos artísticos da periferia podem virar patrimônio cultural

O Projeto de Lei nº 2.358/19, de autoria do Deputado Igor Kannário (PHS-BA), pretende declarar patrimônio cultural e manifestação da cultura popular nacional os movimentos artísticos presentes na periferia como hip-hop, rap, funk, pagode, samba-reggae, arte urbana e graffiti, entre outros movimentos artísticos identitários

A relatora, deputada Áurea Carolina (PSOL-MG) deu parecer positivo ao projeto, afirmando que “a cultura das periferias no Brasil – com seus signos e emblemas e em sua multiplicidade de linguagens – está cada vez mais presente no modo de viver dos brasileiros”. Áurea ainda afirma que essas manifestações culturais podem de dar voz e visibilidade a uma parcela da população que, por muito tempo, esteve invisibilizada.

Ao fim, o voto da relatora relembrou que “a arte das periferias é cultura popular urbana. Apoiá-la, incentivá-la, valorizá-la, difundi-la e protegê-la é, portanto, dever do Estado brasileiro. “

O projeto agora aguarda ser colocado em pauta pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados (CCULT).

Para ler, na íntegra, o voto da relatora, acesse este link.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: